Jorge Caldeira


Tema: Ética, corrupção e os vilões da governança
 
Nasceu em São Paulo em 1955. É doutor em Ciência Política, mestre em Sociologia e bacharel em Ciências Sociais (FFLCH–USP). Sócio-fundador da Mameluco Edições e Produções Culturais (antiga Mameluco Produções Artísticas), é escritor e possui ampla experiência profissional na área jornalística e editorial. Foi publisher da revista Bravo!, consultor do projeto Brasil 500 Anos, da Rede Globo de televisão, editor-executivo da revista Exame, editor da Ilustrada e da Revista da Folha, do jornal Folha de São Paulo, editor de economia da revista Isto É e editor da Revista do Cebrap. É autor de Noel Rosa, de costas para o mar (Brasiliense), Mauá, empresário do Império (Companhia das Letras), Viagem pela história do Brasil (Companhia das Letras), A nação mercantilista (Editora 34), Ronaldo: glória e drama no futebol globalizado (Editora 34), O banqueiro do sertão (Mameluco), A construção do samba (Mameluco) e História do Brasil com empreendedores (Mameluco), além de organizador de Brasil, a história contada por quem viu (Mameluco) e dos volumes Diogo Antonio Feijó e José Bonifácio, que integram a Coleção Formadores do Brasil (Editora 34), autor Júlio Mesquita e seu tempo (Mameluco), Nem Céu Nem Inferno (Três Estrelas), 101 Brasileiros que fizeram História (Estação Brasil), História da Riqueza no Brasil (Estação Brasil). Ocupa a cadeira no 18 da Academia Paulista de Letras.

Doutorou-se em Ciência Política pelo Instituto de Filosofia, Letras e Ciência Humanas da USP, com a tese “Irresponsabilidade, Cidadania e Escravismo na Constituição de 1824”, em 1998. Na mesma instituição obteve o título de mestre em 1989 com a dissertação “Pelo Telefone. O Samba como padrão de Música Brasileira, 1917-1939” e obteve o título de Bacharel em
Ciências Sociais em 1980.

É o autor de “História do Brasil com Empreendedores”, publicado em 2009 pela Mameluco, de “A Construção do Samba”, publicado em 2007 também pela Mameluco, de “O Banqueiro do Sertão” publicado em 2006 - e que recebeu um Prêmio Jabuti em 2007 -, pela mesma editora, de “Ronaldo Glória e Drama do Futebol Globalizado”, publicado em 2004 pela Editora 34/Lance e de “A Nação Mercantilista”, editado em 1999 pela Editora 34. Em 1995 publicou “Mauá, Empresário do Império” pela Companhia das Letras e, em 1982, “Noel Rosa, de costas para o mar”, pela Brasiliense.

Organizou a coletânea “Brasil, a História Contada por Quem Viu”, lançada pela Mameluco em 2008 e a publicação dos volumes “José e Silva” e “Diogo Antonio Feijó”da Coleção Formadores do Brasil, editada pela Editora 34, em 2002 e 1999, respectivamente. Em 1997 organizou o Conjunto de livro e CD-ROM “Viagem pela História do Brasil”, lançado pela Companhia das Letras.

Entre os capítulos de livros destaca-se “O Processo Econômico” no volume I Crise Colonial e Independência 1808-1830, coordenado por Alberto da Costa e Silva da coleção História do Brasil Nação: 1808-2010, dirigida por Lilia Moritz Schwarcz, Fundación Mapfre – Objetiva, lançado em 2011. Em 2002 escreveu o Capítulo “Júlio Mesquita, fundador do Jornalismo Moderno”, no livro A guerra por Júlio Mesquita, O Estado de São Paulo e em 2000 o Capítulo “Brasil-Argentina: enfoques comparativos e paralelismos históricos”, no livro Brasil-Argentina, a Visão do Outro, Brasília, Funag.

Em sua vida profissional , com sócio proprietário da Mameluco Edições e Produções Culturais Ltda. dirigiu diversos trabalhos de pesquisa:
2011: Diretor geral do projeto Ruth Cardoso Obra Reunida, projeto com patrocínio através da Lei 8313/91 que reuniu em livro os textos acadêmicos da antropóloga Ruth Cardoso; 2010: Diretor geral do projeto de implantação de um Centro de Digitalização na Fazenda do Pinhal, São Carlos, SP; 2009: Diretor geral de pesquisa histórica do projeto do Museu da História do Estado de São Paulo, sob a curadoria de Roberto Pompeu de Toledo; 2008: Textos e organização da exposição “A História do Voto”, mostra permanente do Centro Cultural da Justiça Eleitoral no Rio de Janeiro; 2008: Diretor geral do projeto e organizador do livro Brasil – a História Contada por quem Viu. Projeto com patrocínio através da Lei 8313/91; 2005-6: Diretor Geral do projeto José Bonifácio — Obra Completa, com o objetivo de reunir toda a obra de José e Silva e disponibilizá-la no site na internet www.obrabonifacio.com.br . Projeto com patrocínio através da Lei 8313/91; 2004-6: Direção do projeto Banqueiro do Sertão, e escritor da biografia do padre Guilherme Pompeu de Almeida, patrocinado pelo Banco Itaú/BBA nas normas da Lei 8313/91; 1998-2003: Diretor geral e editorial da coleção Formadores do Brasil, presidindo Conselho Editorial formado pelos historiadores Boris Fausto, Evaldo Cabral de Mello, Fernando Novaes e José Murilo de Carvalho. Projeto com patrocínio através da Lei 8313/91; 2001: Consultoria e montagem do projeto “Centro de Referência de Música Brasileira”, para o Banco Icatu, Instituto Moreira Salles e Petrobrás; 1999-2000: Consultor do projeto Brasil 500 anos- Rede Globo de televisão; 1995-1997: Diretor do projeto do conjunto livro e CD-ROM “Viagem pela História do Brasil”, nas normas da Lei 8313/91.

É membro da Academia Paulista de Letras, onde ocupa a cadeira de número 18, do Conselho Consultivo da Flip e sócio do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.
Promoção e Realização
Patrocínio
Apoio Institucional

Fale Conosco

Contato

Fone

+55 61 3218-1800

Secretaria

Câmara de Gestão Pública - CGP/CFA

SAUS Quadra 01 Bloco L - Ed. CFA

70.070-632 - Brasília/DF

+55 61 3218-1842  (8h30 às 18h - segunda à sexta-feira)

fogesp@cfa.org.br